Cultos: Domingos as 19:30 e Terças as 20:00
Rua Iguaçú, 445 - Lateral da Santos Dumont - Joinville - SC
  • Cadastrar-se

O que nossos olhos ainda não viram

Escrito por 
Avalie este item
(1 Votar)

2ª Crônicas 7:14 "E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." Este ano tem sido interessante em vários sentidos para muitas pessoas.

O Senhor tem falado no particular com seus ministros e dado orientações sobre como cuidar de seus negócios e como atingir lugares devastados pelo pecado. A dor ocasionada pelo aprisionamento, pela escassez, pela falta de amor, tem sido chocante na narrativa de pessoas que estão na linha de frente. Deus sempre me levou a interceder pelas pessoas e nos últimos tempo tenho intercedido em particular pelos pastores das igrejas deste tempo.

Existe homens comprometidos com as palavras, fiéis ao Senhor sendo esmagados por uma onda demoníaca que afligem diversas famílias que são membros da igreja do Senhor. Nosso desejo almático é que este tempo passe rápido para que tudo se estabeleça e restaure o que tem que ser restaurado. Porém esta noite o Senhor falou forte ao meu coração sobre esta passagem, concomitante com 1ª Coríntios 4:13.

A maior força que uma igreja tem não esta somente na ministração da palavra, na comunhão, esta na força da oração, da intercessão por causas sociais, espirituais e familiares. O ponto mais importante desta união é que a primeira terra a ser tratada pelo Senhor e sarada é o nosso coração. Fazia mais ou menos uns dois anos que não sentia o meu coração tão puro como venho sentido. Deus é tremendo em suas colocações, onde de forma direta e repreensiva ele mostra os desígnios do nosso coração e corrige todo entendimento equivocado. A união mostra o entendimento errado, e o Senhor através desta união vai dando experiências que vai edificando em cada um caráter que o Senhor entende como necessário para o proposito por ele já estabelecido na vida de cada um.

Sempre brinco que quando penso muito, ou começo a analisar fatos de forma critica, estou precisando interceder por alguém, a começar por mim. Este é o coração intercessor, mas nem todos são assim. Alguns tem fogo do céu por leitura e estudo da bíblia. Outros tem o dom de cuidar. E tudo isto junto edifica uma igreja santa e sarada. Assim que o Senhor nos quer. Fundamentados no desejo de buscar a sua face, pois este desejo leva à intenção de nos santificarmos e de viver a sua glória. O amor sacrificial de Deus nos constrange e nos leva a ver as tribulações, as provações, os sofrimentos como algo necessário para desprendermos de nós mesmos, de tudo que nos apega e enfraquece no Senhor. Em meio as aflições a graça de Deus nos faz criar um caráter perseverante, propiciando assim o derramar de dons e de talentos. Em Romanos 5:3 o apostolo Paulo nos ensina que ..." a tribulação produz a paciência e a paciência a experiência, e a experiência, a esperança." Quando conseguimos entender na nossa mente que tudo parte do ponto que quando aceitamos Jesus como Senhor e Salvador, pela fé entramos na graça de Deus, mas que é por meio das situações ruins que Deus se revela a nós da maneira mais importante: através do seu amor.

O amor de Deus não se dá através da realização dos desejos, do eliminar a dor, da piedade. O amor de Deus se revela na cruz de Jesus. O caminho da cruz nos mostra que todo sofrimento antecede a glória de Deus. E assim é o tempo do avivamento. Quando Deus promete um avivamento, ele prepara o povo para esta chegada, e o preparo não se dá por bonança, mas sim por união, amor e intercessão. O avivamente não vem trazer uma prosperidade e realizações de desejos. Ele vem trazer o equilíbrio de um povo preparado ara ver à luz no mundo e receber do mundo tudo que teremos que tolerar: dor, rejeição, escassez, etc. Estas coisas não vêm sobre a nossa vida, mas virá por meio das vidas que serão trazidas até nós.

Durante dois anos fiquei presa em convenções, e olhando para coisas que nada me favoreciam. Eu estava com um coração intranquilo com algo adormecido. Quando o meu pastor declarou a palavra do avivamento, e nasceu, o que estava ainda tímido, este desejo de interceder e de ver as coisas do Senhor se estabelecendo através do seu poderio. Ver o poder de Deus é ver seu Reino. E ver seu reino é ver que a alegria, a justiça e a sua verdade é algo que a razão humana desconhece mas que toda criatura anseia de alguma forma conhecer. É ver pessoas que reconhecem que seus talentos inatos e dons espirituais provem de Deus, e que isto não lhes dá lugar para status, superioridade ou para se orgulharem. Tudo o que temos e o que somos, diretamente de Deus ou desenvolvimento por meio de outras pessoas deve ser motivo de gratidão à Deus e ao próximo, mas nunca de orgulho.

Diante deste contexto fico tremendamente alertada pelas vidas dos pastores. Homens que decidiram aceitar um chamado e que de alguma forma sente por todos o peso deste tempo. O avivamento é um mover espiritual, que traz tudo o que tem que ser reestruturado, tudo o que tem que ser edificado e tudo que tem atrapalhado. E este avivamento começa com orações, e vai tratando a mente, o coração, o entendimento das pessoas que farão parte, pois o maior foco do avivamento é o estabelecimento do Reino de Deus, em locais, onde somente este poder poderá trazer vida sobre as pessoas. Por meio do avivamento vai ocorrendo melhorias na sociedade, nos lares, nas famílias, no carater dos cristãos. Muitas vezes leis sociais são criadas por parte dos governos dos respectivos lugares em função da mudança social que neles ocorre. É este olhar que o povo tem que ter.

Em 1ª Coríntios 4:2 o apóstolo Paulo nos diz que os ministros e despenseiros dos mistérios de Deus são pessoas que devem ser fiéis, pois a preocupação do povo não deve ser com julgamento de juízo humano, mas sim com o Senhor. O avivamento trará a tona tudo o que esta encoberto, mas que não deve ser algo esperado como acontecendo num grande culto. O avivamento vem por meio da busca de cada um em encontrar a Cristo dentro de si, tornando-se assim uma fonte de águas vivas para as pessoas que serão atraidas por este cheiro suave. A união destes vários cristão fará a Igreja ser uma potencia transformado na terra local, até o derredores. O processo de conversão e de cura de cada pessoa pode ser rapida, pode ser lenta, pode ser danosa, mas acima de tudo, dar-se-á, de forma mais efetiva quando houve realmente a busca de cada um pelo estabelecimento do reino de Deus em sua vida. O coração tem que ser tratado, admoestado e liberto, porém, independente do lugar, da função, todos somos humanos, e devemos viver em constante redescoberta do primeiro amor.

Entendi que cometi erros no percurso, após uma perda tragica, e tive idas e vindas na presença do Senhor. Por tentar ser algo que não sou e por de alguma forma, buscar algo no coletivo que o Senhor queria no particular, perdia algumas vezes o foco. E quando paramos e pensamos, lembro de Abrãão, e que eu tudo ele não agiu com incredulidade e tinha plena certeza que Deus era poderoso para fazer tudo o que tinha prometido. Ele também perdeu o foco, e deixou se governar comentendo escolhas erradas. Mas ele soube retornar do começo e continuar. Deus nos vê como não nos vemos, Ele sabe para onde vamos, e perseverando Nele, não buscando julgar os acontecimentos, entenderemos que Ele vai fazer tudo o que prometeu. Porém na intercessão tenho cada vez mais aprendido, que podemos pedir tudo ao Senhor, mas quando o Espirito Santo intercede por nós, pelos aflitos, pelos cativos, enfim, pelos negócios do Pai, a dor que ele nos transmite mostra que todo plano da salvação, cada fato, cada palavra, cada pessoa, tudo, nos serve, para entender que só entra no processo quem entende que nada neste mundo pode ser maior, nada, do que ele já passou por mim e por você.

Quando olhei para isto entendi que meu maior medo era coisas relacionada á minha filha. E quando entendi isso, lembrei de quem ela será no Senhor, e percebi que o amor humano busca de todas as formas nutrir laços de apego, satisfazer com o melhor e honrar com alegrias e ações, para compensar tudo que um dia já fez sofrer. Já o amor de Deus não compensa, nem busca nutrir apego. O amor de Deus estabelece, cura, e mostra que para que haja constância e prosperidade a pessoa precisa esvaziar-se de si. Por isso seja de onde você for, chame teus irmãos, de sangue ou em Cristo, e orem juntos, pois toda a criaçao ficou sujeita a vaidade, não por nossa vontade, mas por aquele nos sujeitou. No "nós" enchergamos coisas que não enchergamos sozinho. E quando nos colocamos neste lugar Deus encontra oportunidade para mudar o que ele deseja mudar, convencendo a cada a mudar o caminho. Pessoas não nos convencem, é o Espírito santo que nos convence do pecado e toda pratica que vai contra a palavra de Deus. É ele quem mostra o que esta no nosso coração e as mágoas, dores e tudo que deveremos renunciar. Portanto, seja qual for a área, pense, e coloque no diante do Senhor. O Senhor tem ministrado diretamente pela vida do Pastor Fabiano, sobre armaduras do espirito e fidelidade. Deus tem mostrado na sua palavra as diretrizes e o clamor nosso deve ser "desperta aquele que dorme", pois o tempo do Senhor chegou, e temos que estar sarados e envaziados, pois virá sobre nós multidões que necessitam viver o propósito de Deus. É chegado o tempo em que viveremos coisas maiores que até hoje, e faremos mais coisas, que nem olhos viram, nem ouvidos ouviram. É o clamor deste tempo, como em Habacuque 3.2, onde o profeta exclama: "Tenho ouvido, ó Senhor, as tuas declarações, e me sinto alarmado; aviva a tua obra, ó Senhor, no decorrer dos anos, e no decurso dos anos faze-a conhecida."

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Opções de Navegação

Próximos Eventos

Sem Eventos

Fale com o Pastor

Fale com nossos pastores. Peça sua oração, faça comentários, diga o que achou do nosso site. Fique livre.






Artigos mais recentes

  • Ódio não é ausência de amor, mas a espada de um coração quebrantado
    Ódio não é ausência de amor, mas a espada de um coração quebrantado Hoje fui visitar um ex-cliente, adolescente, que solicitou ajuda para se internar num centro de recuperação. Entre risadas, lembranças e outros, amei ter ouvido coisas que alimentaram meu coração. Ele está num local que todos denominariam como religioso, porém, a conduta das pessoas que trabalham no local, difere no cuidado, na sinceridade, na transparência e principalmente, numa coisa que eu preso muito: não julgam pelas atitudes, mas vibram quando a intenção do coração é a correta. Ele teve comportamento, ao ponto de vista dele próprio, grave, mas sendo transparente assumiu suas escolhas e ouviu: “O importante é que você sabe que isto faz mal a você e estaremos aqui para te apoiar a seguir outros princípios que te ajudem a controlar seus impulsos”.
    Leia mais ...
  • Somente NELE Somos Amados
    Somente NELE Somos Amados Creio que Deus já sabia que Ele daria um lugar maravilhoso, onde teria tudo, mas que a alma humana não seria saciada, que a alma humana gostaria de ter mais. Que a alma humana gostaria de ser mais. Creio que é este o grande vácuo que o ser humano longe de Deus sente: desejar ter e ser algo, que somente quando conhecemos a Jesus podemos ser. Quando colocamos Jesus dentro de nós, colocamos fim à parte faltante; que causa angustia em todo ser humano, a parte que nos faz sermos pessoas melhores.
    Leia mais ...
  • O que nossos olhos ainda não viram
    O que nossos olhos ainda não viram 2ª Crônicas 7:14 "E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." Este ano tem sido interessante em vários sentidos para muitas pessoas. O Senhor tem falado no particular com seus ministros e dado orientações sobre como cuidar de seus negócios e como atingir lugares devastados pelo pecado. A dor ocasionada pelo aprisionamento, pela escassez, pela falta de amor, tem sido chocante na narrativa de pessoas que estão na linha de frente. Deus sempre me levou a interceder pelas pessoas e nos últimos tempo tenho intercedido em particular pelos pastores das igrejas deste tempo. Existe homens comprometidos com as palavras, fiéis ao Senhor sendo esmagados por uma onda demoníaca que afligem diversas famílias que são membros da…
    Leia mais ...