Cultos: Domingos as 19:30 e Terças as 20:00
Rua Iguaçú, 445 - Lateral da Santos Dumont - Joinville - SC
  • Cadastrar-se

Vinde a mim os cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei

Escrito por 
Avalie este item
(7 votos)

“Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” Mateus 11-28:

Hoje cheguei no trabalho pensando em como eu andava cansada. Parei e avaliei meus pensamentos e vieram várias justificativas: dois empregos, casa, filha, ministério, etc. Mas de tudo o que me chamou atenção é de como ficamos vulneráveis e tendenciosamente mais frágeis quando estamos cansados e sobrecarregados.

As coisas ocorrem em nossa volta de maneira rápida e dinâmica que acabamos avaliando de forma sensível as coisas que ocorrem em nossa volta. E esta é uma época bem propicia. Final do ano, as pessoas ficam mais cansadas, estressadas e emotivas. Época em que todos, geralmente, avaliam suas decisões e pensam em estar em família. É um momento em que as pessoas se organizam para numa noite, comemorarem o nascimento de Cristo. E culturalmente a família se reúne para celebrar esta data. E me vi pensando nisto.

Jesus veio ao mundo para que as pessoas o conhecessem e por meio Dele pudessem viver, isto que no dia do nascimento Dele ocorre. Celebração e união em família. A época mais pesada para as clínicas, igrejas, centro de apoio... é a época de Natal. Época em que os lares tomados pelo orgulho, ódio, rancor, competição, acabam se desfazendo, e muitas pessoas se perdem e ficam presas num jugo que as impedem de serem efetivamente aliviadas por Jesus.

Jugo é o nome dado pelos romanos para uma trave de madeira que se coloca sobre o pescoço dos bois para puxar o carro ou o arado e, figuradamente, significa domínio, submissão. O jugo do consumismo, da vaidade do verão, dos vícios, da religiosidade, são jugos comuns que fazem as pessoas não viverem este momento com tanto amor e com tanta gratidão.

No jugo a pessoa fica com a mente limitada, e presa somente em si própria. Quando lemos esta passagem entendemos que tomar o jugo de Jesus, é viver a sua essência, seu amor, sua obediência e sua devoção. As pessoas entram num transe de sofrimento quando focam somente em seus problemas, em suas dificuldades, em suas limitações. Quando aprendemos a olhar para Jesus e viver sua essência, tudo aquilo que trazemos como jugo, se quebra pela unção e acabamos pelo poder de seu nome, vivendo nosso dia-dia de forma diferente. No jugo as pessoas se tornam duras, amarguradas, negativas e criticas.

Hoje cheguei em casa meditando nisso. Como existem corações machucados, fechados que nem conseguem receber a palavra de Deus. Que nem abrem espaço para receber um pouco de amor. Quando Jesus fala que é para nós irmos até Ele, é porque Ele sabe da tendência do ser humano de protelar, de desistir, de buscar a forma mais imediata. Quando Ele falou isso, sabia que somente os que quisessem o conhecer, largariam tudo o que os deixam tão estressados e sobrecarregados, e iriam caminhar um pouco mais, para sacrificar a si próprios.

Quantas vezes nos vemos sobrecarregados e cansados de nós mesmos. Do medo que temos de sermos fracos, indefesos, desamparados, humilhados, etc. me vi assim nestas semanas. Tantas coisas para resolver e vendo Deus agir na vida das pessoas, e quando penso em mim, no meu cansaço, na minha sensibilidade, na minha fragilidade só me levo a crer que neste momento só vale a pena adorar.

Nada do que eu pense ou avalie vai corroborar para a glória do Senhor, ou para aprimorar seu caráter em mim. Eu estava escutando uma música que fala muito disto “A Beautiful Exchange”da banda Hilldsong que fala: “Quando só o amor podia fazer um caminho; Tu deste Tua vida em uma linda troca; Meu fardo foi apagado, Minha vida perdoada, Não há nada que possa levar esse amor embora, E o meu único desejo, e a minha única ambição é te amar exatamente do mesmo jeito”.

Por isso as pessoas não sabem viver em família. Nos momentos mais difíceis, no auge dos problemas, o estresse, o cansaço, a mente sobrecarregada, faz as pessoas se chocarem, brigarem, se machucarem com palavras. Se frustram em suas expectativas e ficam adormecidas em mágoas e ressentimentos. Dizem umas as outras o que deveriam fazer e ser, e não vivem a possibilidade de serem o projeto de Deus para as suas vidas. O melhor projeto que é a família.

Pessoas com temperamento diferentes, características diferentes ou semelhantes que se organizam e convivem num mesmo espaço. Hoje na reunião de obreiros fiquei olhando todos que estavam ali, e fiquei feliz de ver, como cada um tem características diferentes, e de como o pastor ia falando sabendo o jeito de ser de cada um. Conheço muitos pais que não conhecem os filhos, mães que não toleram os filhos, irmãos que se chocam e nisto tudo, o amor de Deus quando não circuncidar a família, faz com que o rompimento seja inevitável.

Atendo várias famílias e como é lamentável ver como as pessoas perderam seus valores de família e de como a individualidade tornou-se o cerne das decisões. As pessoas estão doentes e fracas por conseguirem conviver com outros membros das famílias. E quando falamos de Deus e do efeito do seu amor, por meio de Jesus, existe a genética celestial, que inconscientemente, eles vivem todos os anos na época de Natal. De terem uma família, em que haja a renovação da paz e harmonia do amor. Pode ser uma data comercial ou cultural, mas todo aquele que se reúne para ceiar, mesmo com a motivação errada, sabe que Natal é o nascimento daquele que é o alicerce de todas as famílias.

Como foi bom saber que hoje faço parte de uma família que me ama do jeito que sou, e que quando eu fizer coisas que crie conflitos ou eles façam, haverá o alívio de Jesus. Uma família que não se limita aos laços sanguíneos. Nada do que vivamos aqui Ele já não viveu. Conhecê-lo é saber que podemos lidar com qualquer situação. Nem sempre da maneira que desejamos, mas tenho total fé que o buscando um dia viveremos sua humildade e mansidão em todo o momento.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Opções de Navegação

Próximos Eventos

Sem Eventos

Fale com o Pastor

Fale com nossos pastores. Peça sua oração, faça comentários, diga o que achou do nosso site. Fique livre.






Artigos mais recentes

  • Ódio não é ausência de amor, mas a espada de um coração quebrantado
    Ódio não é ausência de amor, mas a espada de um coração quebrantado Hoje fui visitar um ex-cliente, adolescente, que solicitou ajuda para se internar num centro de recuperação. Entre risadas, lembranças e outros, amei ter ouvido coisas que alimentaram meu coração. Ele está num local que todos denominariam como religioso, porém, a conduta das pessoas que trabalham no local, difere no cuidado, na sinceridade, na transparência e principalmente, numa coisa que eu preso muito: não julgam pelas atitudes, mas vibram quando a intenção do coração é a correta. Ele teve comportamento, ao ponto de vista dele próprio, grave, mas sendo transparente assumiu suas escolhas e ouviu: “O importante é que você sabe que isto faz mal a você e estaremos aqui para te apoiar a seguir outros princípios que te ajudem a controlar seus impulsos”.
    Leia mais ...
  • Somente NELE Somos Amados
    Somente NELE Somos Amados Creio que Deus já sabia que Ele daria um lugar maravilhoso, onde teria tudo, mas que a alma humana não seria saciada, que a alma humana gostaria de ter mais. Que a alma humana gostaria de ser mais. Creio que é este o grande vácuo que o ser humano longe de Deus sente: desejar ter e ser algo, que somente quando conhecemos a Jesus podemos ser. Quando colocamos Jesus dentro de nós, colocamos fim à parte faltante; que causa angustia em todo ser humano, a parte que nos faz sermos pessoas melhores.
    Leia mais ...
  • O que nossos olhos ainda não viram
    O que nossos olhos ainda não viram 2ª Crônicas 7:14 "E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." Este ano tem sido interessante em vários sentidos para muitas pessoas. O Senhor tem falado no particular com seus ministros e dado orientações sobre como cuidar de seus negócios e como atingir lugares devastados pelo pecado. A dor ocasionada pelo aprisionamento, pela escassez, pela falta de amor, tem sido chocante na narrativa de pessoas que estão na linha de frente. Deus sempre me levou a interceder pelas pessoas e nos últimos tempo tenho intercedido em particular pelos pastores das igrejas deste tempo. Existe homens comprometidos com as palavras, fiéis ao Senhor sendo esmagados por uma onda demoníaca que afligem diversas famílias que são membros da…
    Leia mais ...